Share this page

IFC e OpenCo fazem parceria para impulsionar inovação de Fintechs e aumentar inclusão financeira no Brasil

São Paulo, 24 de março de 2021 - Um investimento oportuno ajudará a expandir empréstimos de alta qualidade e acessíveis no Brasil, apoiando um modelo de negócios inovador e voltado para a tecnologia. A International Finance Corporation (IFC), membro do Grupo Banco Mundial, anunciou um investimento de até US$ 10 milhões na OpenCo - fintech brasileira de financiamento ao consumidor criada em 2021 após a fusão da Geru e da Rebel, os dois principais players no mercado de crédito não garantidos. A empresa levantou US$ 25 milhões em uma rodada de financiamento Série C, liderada pela IFC e Goldman Sachs e que também incluiu a Raiz Investimentos como coinvestidora. Os atuais investidores Monashees, LTS, Chromo e Sampa também participaram da rodada.

A IFC tem como objetivo identificar e investir em oportunidades de fintechs que possam ampliar o acesso ao financiamento e promover a inclusão financeira no país - missão compartilhada da Open Co. O investimento da IFC ajudará a empresa a expandir suas atividades de empréstimo, promovendo ainda mais a competitividade em empréstimos não garantidos, uma das áreas de mais alto custo do mercado de financiamento ao consumidor.

"Usaremos esse novo capital para impulsionar nosso crescimento, dando-nos a capacidade de aumentar nossos investimentos em tecnologia e desenvolvimento de novos produtos. Queremos garantir que cada brasileiro possa ter acesso ao crédito e queremos nos destacar na oferta para atender às diferentes demandas de nossos clientes", explicou Sandro Reiss, cofundador da OpenCo.

"A estratégia da IFC para o setor financeiro na América Latina e no Caribe envolve o apoio à inclusão financeira por meio de incentivos às tecnologias digitais e modelos de negócios inovadores, como as fintechs. Players como a OpenCo podem desempenhar um papel importante na melhoria do acesso a serviços financeiros no Brasil", afirma Carlos Leiria Pinto, Gerente Geral da IFC no Brasil. "O apoio da IFC também catalisará investimentos no setor, fomentando a concorrência no mercado e reduzindo os custos bancários tradicionais", acrescenta.

A OpenCo une o histórico e a tecnologia da Geru e Rebel na missão de fornecer aos brasileiros acesso justo ao crédito, com menor burocracia e taxas mais baratas do que as normalmente cobradas pelos bancos. Essa combinação permite com que a OpenCo tenha uma visão mais ampla da qualidade de crédito de cada consumidor. Assim, é possível garantir maiores taxas de aprovação de crédito e melhores taxas de juros de acordo com cada perfil de risco. Até o final de 2020, a empresa emitiu mais de R$ 1,5 bilhão em empréstimos e planeja emitir mais R$ 1 bilhão em 2021. O investimento de capital da IFC ajudará a OpenCo a crescer de 80 mil empréstimos em 2019 para 400 mil em 2024.

O Brasil tem um histórico de altas taxas de juros que podem ser atribuídas ao seu nível de concentração bancária, infraestrutura de crédito limitada e, consequentemente, altos custos operacionais. Mais de 30% dos brasileiros permanecem excluídos dos serviços bancários tradicionais, e muitas vezes esses consumidores pagam uma taxa de juros anual média de 100% para empréstimos não garantidos e cerca de 300% ao ano para saques a descoberto.

O regulador brasileiro está tentando enfrentar esses desafios por meio de uma série de reformas de mercado, incluindo permitir que empresas fintechs emprestem diretamente aos clientes. Como um investidor experiente em serviços financeiros e fintechs no Brasil, a IFC está bem posicionada para ajudar a OpenCo a se expandir, aproveitando as novas normas, e a demonstrar aos investidores e outras fintechs os benefícios desta nova estrutura regulatória.

Sobre a IFC
A IFC—membro do Grupo Banco Mundial—é a maior instituição global de desenvolvimento voltada para o setor privado nos mercados emergentes. Trabalhamos em mais de 100 países, usando nosso capital, conhecimentos técnicos e influência para criar mercados e gerar oportunidades nos países em desenvolvimento. No exercício financeiro de 2020, investimos US$ 22 bilhões em empresas privadas e instituições financeiras nos países em desenvolvimento, alavancando o poder do setor privado para erradicar a pobreza extrema e aumentar a prosperidade compartilhada. Para mais informações, visite www.ifc.org.

Sobre a OpenCO
Fundada em 2021 a partir da fusão de Geru e Rebel, duas das principais fintechs de crédito do Brasil, a Open tem como missão levar crédito justo para mais pessoas, acirrando a competição em um mercado ainda dominado pelos bancos tradicionais. Liderada por Sandro Reiss e Rafael Pereira, a Open já nasceu como a maior fintech do segmento de crédito sem garantias. Mais informações em www.open-co.com.
 
Fique ligado
www.ifc.org/lac
www.twitter.com/IFC_LAC
www.linkedin.com/company/ifc-américa-latina-y-el-caribe
www.facebook.com/IFCwbg
www.instagram.com/ifc_org/
www.youtube.com/IFCvideocasts
www.twitter.com/IFC_org
www.ifc.org/SocialMediaIndex