Share this page

Investimento da IFC vai fortalecer a infraestrutura digital na América Latina e no sudeste da Ásia, acelerando a recuperação da economia

São Paulo, 9 de novembro de 2021— A IFC, membro do Grupo Banco Mundial, está investindo US$ 100 milhões em afiliadas da DigitalBridge Group, Inc., empresa global líder em investimentos em infraestrutura digital, para juntar esforços e aumentar a produtividade e o crescimento econômico sustentável do Brasil, Indonésia e Malásia por meio de uma melhor conectividade e resiliência digital.

O investimento auxiliará na expansão de torres e data centers, permitindo que empresas e residências tenham acesso a serviços digitais de qualidade, como comunicações móveis, acesso às consultas médicas online, pedidos de comida online e pagamentos eletrônicos. Ele destaca o foco contínuo da IFC para eliminar a exclusão digital, melhorando a infraestrutura e serviços digitais, impulsionando a conectividade rural e acelerando a implementação de comunicações digitais 4G e 5G globalmente.

O investimento da IFC inclui US$ 75 milhões em três empresas de infraestrutura digital - (I) Scala, o primeiro data center da América Latina a funcionar totalmente com energia renovável, com planos de expansão para o Chile e México; (II) EdgePoint, uma plataforma de investimento em torres com operações na Indonésia e Malásia; e (III) Highline, um provedor independente de infraestrutura de comunicações sem fio e operadora de torres no Brasil. Posteriormente, serão investidos outros US$ 25 milhões em diferentes ativos de infraestrutura digital gerenciados pela DigitalBridge em mercados emergentes.

Como a maior economia e o país mais populoso da América Latina, o Brasil gera uma grande demanda por conectividade em toda a região. O investimento da IFC vai estimular o papel do país como o principal hub de data center da América Latina, além de auxiliar no aumento da penetração da Internet e atender a demanda por serviços digitais de qualidade e bem estabelecidos.

"Este projeto está alinhado com uma das prioridades estratégicas da IFC no Brasil, que é melhorar o acesso a serviços de data center, promovendo a conectividade e impulsionando a economia e a infraestrutura digital. Nosso investimento será fundamentar para ajudar o país a fortalecer sua produtividade em direção a uma recuperação econômica sustentável," afirma Carlos Leiria Pinto, Gerente Geral da IFC no Brasil.

"O investimento da IFC chega em um momento estratégico, em que as melhorias na infraestrutura digital serão fundamentais para a recuperação econômica dos mercados emergentes afetados pela COVID-19, que foi responsável por exacerbar os desafios de conectividade digital", afirma Lance Crist, Diretor Global da IFC para Equity em Infraestrutura. "A infraestrutura digital sustenta todos os aspectos de uma sociedade e da economia, incluindo cidades inteligentes, e-commerce, plataformas digitais de saúde e educação, serviços financeiros e muito mais. O fortalecimento da capacidade digital e de seu alcance em países emergentes permitirá um progresso significativo em direção ao crescimento inclusivo, estabilidade econômica e melhoria da qualidade de vida para todos, incluindo os mais vulneráveis. "

A pandemia da COVID-19 demandou maior aceleração no ritmo de investimentos da infraestrutura digital e na ampliação de serviços habilitados de tecnologia, permitindo que empresas, governos e pessoas permaneçam conectadas em todos os momentos. Embora o alcance da Internet tenha se expandido significativamente nos últimos anos, quase metade da população mundial ainda permanece offline, principalmente nos países em desenvolvimento, de acordo com a União Internacional de Telecomunicações.

"A conectividade digital é um recurso essencial que impacta todos os aspectos da vida pessoal e profissional, porém ainda não é totalmente acessível a muitas pessoas em todo o mundo. O apoio da IFC permitirá que a DigitalBridge promova investimentos em mercados emergentes e ajude a eliminar a exclusão digital, fornecendo infraestrutura digital rápida e confiável em toda a Ásia e América Latina," afirma Kevin Smithen, Diretor comercial e de estratégia da DigitalBridge. "Estamos entusiasmados com nossa parceria com a IFC, e esperamos implantar nossas capacidades e experiência líder do setor para o benefício dessas comunidades."

Na última década, a IFC investiu e mobilizou US$ 5,9 bilhões em infraestrutura digital, sendo mais de US$ 1 bilhão apenas entre julho de 2020 e junho de 2021. Além da infraestrutura digital aprimorada, a IFC também orientará a DigitalBridge, EdgePoint, Highline e Scala a alinhar suas práticas ambientais e sociais com os Performance Standards da IFC. A experiência e o apoio da IFC serão fundamentais na construção de capacidade, implementação de políticas e procedimentos para o crescimento sustentável de longo prazo das empresas.

 

Sobre a IFC

A IFC — membro do Grupo Banco Mundial — é a maior instituição global de desenvolvimento voltada para o setor privado nos mercados emergentes. Trabalhamos em mais de 100 países, usando nosso capital, conhecimentos técnicos e influência para criar mercados e oportunidades nos países em desenvolvimento. No exercício financeiro de 2021, a IFC alocou o valor recorde de US$ 31,5 bilhões para empresas privadas e instituições financeiras nos países em desenvolvimento, alavancando assim o poder do setor privado para erradicar a pobreza extrema e aumentar a prosperidade compartilhada enquanto as economias reagem aos impactos da pandemia da Covid-19. Para mais informações, visite http://www.ifc.org.

 

Fique ligado
www.ifc.org/lac
www.twitter.com/IFC_LAC
www.linkedin.com/company/ifc-américa-latina-y-el-caribe
www.facebook.com/IFCwbg
www.instagram.com/ifc_org/
www.youtube.com/IFCvideocasts
www.twitter.com/IFC_org
www.ifc.org/SocialMediaIndex